sexta-feira, 26 de julho de 2013

Escória Leve para enchimento de pisos e lajes

Muitos clientes têm nos procurado com várias dúvidas a respeito da Escória Leve comercializada na região metropolitana de Belo Horizonte. As perguntas são variadas e vão desde a origem do produto até a exata quantidade a ser comprada para evitar desperdício e a aplicação do produto na obra. Não raramente os clientes perguntam sobre os benefícios de se usar a Escória para enchimento de lajes, pisos e paredes.
A ideia deste post é apresentar as perguntas das pessoas que ainda têm dúvidas sobre a Escória Leve e sua aplicação na construção civil.

O que é?
A escória leve também é chamada de escória de aciaria ou simplesmente escória.


Origem
A escória utilizada em Belo Horizonte e regiões vizinhas é fabricada em usinas siderúrgicas de Sete Lagoas, Itaúna e Divinópolis. O processo de fundição do minério em alta temperatura para obtenção do ferro gusa resulta numa espécie de espuma que depois de resfriada, dá origem à escória. Neste processo é comum a fabricação da escória pesada de coloração mais escura e da escória leve de cor mais clara.

Aplicação
Inicialmente a escória leve era tratada como um rejeito da siderurgia e formava grande estoque nessas indústrias. A partir desse momento, descobriu-se a utilidade do produto na construção civil em enchimentos de lajes e pisos devido ao seu baixo peso em relação a outros produtos como a areia, a terra e o pedregulho. Além da sua característica de ser leve para o preenchimento, a escória também executa o papel de isolante acústico entre os pisos de uma casa ou prédio e entre cômodos de uma casa, se aplicada em paredes.
Nos pisos e lajes, a escória é despejada diretamente no solo de acordo com o volume desejado. Depois, ela deve ser levemente compactada (socada) para garantir firmeza ao material. Dessa forma, o contra piso pode ser feito diretamente sobre a escória já compactada. Pela nossa experiência comercial, alguns clientes e construtores afirmam ter bons resultados ao misturar a escória diretamente no concreto (massa) que formará o piso.

Quantidade ideal
Depois de saber como usar a escória, outra grande dúvida surge em medir a quantidade de escória a ser comprada. O principal no cálculo da quantidade a ser usada é a medida da área onde a escória será colocada. Tendo as medidas de largura, comprimento e altura, as contas ficam fáceis e você pode definir rapidamente a quantidade exata de material necessário. A área geralmente é a parte mais fácil de medir. O mais complicado fica por conta da definição de qual altura de escória colocar no enchimento. Novamente, aqui vai uma dica vinda da experiência cotidiana com construtores e clientes. A prática e a rotina têm nos ensinado que a altura pode variar de 10 a 20 centímetros. Digamos que 90% dos clientes nos procuram buscando comprar escória para preencher esta altura. Porém, cada caso é único e já observamos alturas de 5, 8, 25 e até 30 centímetros. Talvez um pedreiro responda melhor a respeito da altura.

Essa figura ajuda na explicação do cálculo do volume. Com a medida da área (a x b), basta multiplica-la pela altura (c) que chegamos ao volume de escória leve necessária. Convém, no entanto, multiplicar o resultado novamente por 1,2 devido ao efeito de compactação e redução do volume ao socar o material. Assim sendo, o cálculo fica assim:

Qtde = a x b x c x 1.2, ou
Quantidade de escória que preciso = comprimento x largura x altura x diferença com compactação.

Assim você está pronto para fazer uma compra certa para sua obra!
Escória para laje em bh; escória em bh; escória para enchimento bh.

4 comentários:

  1. Bom dia

    Estava lendo sua publicação e gostaria por gentileza e dentro de suas possibildade informar-me qual é peso poormetro cúbico dessa escoria.

    Tenho uma área de 2,80 x 4,60 x 0,3Oh, Gostaria de saber se a laje comporta esse preenchimento.

    Agradeço-lhe muitissimo.

    jerry_rios@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Senhores,

    Utilizamos a escoria para preencher um espaço antes de se fazer o contrapiso em um terraço de uma casa. A escoria foi sugerida por ser leve, ok. Porém, já foi refeito duas vezes a pintura do teto e sem sucesso porque as manchas amareladas surgem novamente. A suspeita é da escoria, só não foi retirada por estar no terraço que é coberto por telhado colonial com receio de movimentação devido ao peso.

    Alguém mais deparou com este fato? Manchas no teto em função da escoria aplicada na laje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Patrícia,

      Nunca recebemos algum relato de manchas na pintura do teto pela aplicação da escória. O que pode ter acontecido são duas situações:
      A primeira é a utilização de uma escória mais escura, com impurezas de ferro. A escória ideal para aplicação é a mais branca, ou seja, mais pura.

      A segunda hipótese é no momento da aplicação o responsável não ter compactado a escória, o que evita infiltrações de água e outros no piso e consequentemente no teto de sua casa.

      Atenciosamente,
      Pesadão Materiais

      Excluir